Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Democracia sem mãe

por efepe, em 12.01.17

 

O machismo pontifica na sociedade portuguesa.

Afinal, a democracia lusa não tem “mãe”.

Maria Lamas, Virgínia de Moura, Margarida Tengarrinha ou Maria de Lourdes Pintassilgo, entre outras, podia ser a “mãe” da democracia portuguesa.

A ascensão da mulher no mercado de trabalho e na política é multiplicativa.  

É um exagero afirmar Mário Soares como o campeão da luta pela liberdade e democracia.

 

As manifestações políticas rememorativas não podem elevar o culto da personalidade.

Os quadros políticos forjados na luta clandestina contra o Estado Novo são “pais", ”mães”,”filhos” e “netos” da democracia.

Saibamos honrar a memória de todos os activistas anónimos  que perderam a vida na luta pela democracia e liberdade.

 

Ademar Costa, Póvoa de Varzim

 

(copiado das Cartas ao Director - Público)

 

1101940.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:24



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D